Mutidão do DPVAT no CEJUSC CENTRAL atinge 56,10% de acordos

Hospital Albert, em São Paulo, não consegue isenção tributária
7 de maio de 2015
Agência Brasil – Terceirização pode prejudicar pessoas com deficiência, alertam especialistas.
13 de maio de 2015

13/05/2015

Em mutirão de conciliação realizado entre 4 e 8 de maio, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Capital (Cejusc) atingiu o indice de 56,10% de acordos em processos envolvendo o Seguro de Danos Pessoais por Veículos Automotores de Vila Terrestre (DPVAT). Os casos que participaram do mutirão foram selecionados entre ações em andamento nas varas cíveis do Fórum João Mendes Júnior.

Das 246 audiências realizadas com as partes presentes, 138 rersultaram em acordos. No total, o seguro DPVAT pagou R$ 601,6 mil em indenizações. A grande vantagem do mutirão é que as perícias médicas para avaliação da incapacidade são realizadas no próprio Cejusc, meia hora antes são feitos por médicos habilitados pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, acompanhados por assistentes técnicos da Seguradora Líder.

O Cejusc Central da Capital funciona na Rua Barra Funda, 930. Atende casos cíveis e de familia em busca da tentativa de acordo. 

Fonte: Comunicação Social TJSP

× Converse pelo WhatsApp Available from 08:00 to 18:00